Le Magazine Accor Hotels

Maringá: um destino que pode mudar sua vida

A cidade no sul do país tem muito mais a oferecer do que aparenta: pontos turísticos multiculturais, milagres da arquitetura e artes plásticas. Além disso, a qualidade de vida elevada pode estimular os visitantes a transformar o destino em um lar permanente.

O que fazer em Maringá

Eleita em 2021 como a melhor cidade brasileira para se morar e trabalhar, Maringá é um local que vale a pena conhecer. Com uma estrutura urbana planejada e uma prefeitura que busca dar a melhor qualidade de vida para seus mais de 430 mil habitantes, Maringá cresceu em tempo recorde mas sem perder sua essência.

Maringá é também uma das cidades mais diversas – não só do Paraná mas também do Brasil inteiro. Formada por imigrantes japoneses, italianos e alemães, a cidade também atraiu portugueses, espanhóis, ucranianos, árabes, poloneses e judeus. Toda essa mistura explica os diversos eventos culturais que acontecem ao longo do ano por lá.

Quem não conhece Maringá pode se surpreender com as atrações que a cidade tem para oferecer. Juntando isso à qualidade de vida, é possível que você não queira voltar depois que chegar lá, mas pode deixar que não vamos contar para ninguém.

Catedral de Maringá

Você nem vai precisar entrar na Avenida Tiradentes para perceber onde fica um dos maiores pontos turísticos da cidade. A Catedral de Maringá, ou Catedral Metropolitana Basílica Menor Nossa Senhora da Glória tem impressionantes 124 metros de altura, o que a torna mais alta que a maioria dos prédios ao redor.

A catedral mais alta da América Latina — e uma das 25 construções religiosas mais altas do mundo — tem vitrais impressionantes, espelhos d’água e muitos anos de história em suas paredes. Só sua construção levou quase quinze anos, então vale a pena testemunhar essa maravilha da arquitetura com os próprios olhos.

Passarela da Moda

Considerada um dos símbolos da cidade, a construção com 40 metros de extensão e 5,5 metros de altura corta a rodovia PR-317 e passou por reformas recentemente. A passarela foi erguida em 2007 como uma forma de facilitar o acesso de clientes e funcionários aos shoppings localizados nas duas extremidades.

A visita para uma foto vale a pena principalmente se você for até Maringá de carro, já que a Passarela da Moda é um dos pontos de entrada da cidade paranaense.

Templo Budista Jodoshu Nippakuji

Com 688 metros quadrados, o templo é um destino frequente da comunidade nipo-brasileira de Maringá. O altar foi construído apenas com técnicas de encaixe, dispensando o uso de pregos e parafusos. A estrutura japonesa foi tão bem representada que os visitantes por vezes se esquecem que ainda estão em território nacional.

Na área externa, um sino de 900 quilos foi trazido do Japão e é tocado sempre antes de celebrações religiosas e também para anunciar a passagem do ano. O tempo Jodoshu também cumpre função assistencial, fornecendo abrigo a idosos japoneses da cidade.

Parque do Ingá

Com cerca de 470 mil metros quadrados, o parque gigantesco é excelente para longas caminhadas, para respirar o ar livre e fazer contato com a natureza. O parque também conta com a primeira locomotiva que inaugurou a estação ferroviária de Maringá, em 1954.

O parque tem ainda trilhas em seu interior, um lago e pequenos animais silvestres. Ou seja, tudo que você espera de um parque e um ótimo lugar para se visitar em tempos de distanciamento social.

Gruta Nossa Senhora de Lourdes

Você não pode sair do Parque do Ingá sem visitar a Gruta Nossa Senhora de Lourdes. Com quase 30 anos de existência, ela foi esculpida em pedra bruta e tem, em sua decoração, quinze cenários bíblicos feitos pelo artista plástico Zanzal Mattar (que infelizmente foi vítima da COVID no dia 20 de março de 2021, aos 78 anos de idade).

Zanzal também contribuiu com os painéis no interior da Catedral de Maringá e no Fórum da cidade, além de já ter criado obras que foram dadas de presente a figuras como o Papa João Paulo II e o ex-presidente da república Fernando Henrique Cardoso.

praça da catedral Maringá
Praça da Catedral em Maringá

Onde ficar em Maringá

Como a região sul é um dos destinos mais frequentes de turistas, encontrar um local para ficar em Maringá não será um grande desafio, mesmo em épocas de alta procura como a semana santa. Ainda assim, tenha em mente que em tempos de pandemia é sempre prudente procurar hotéis que coloquem a higienização e o distanciamento social em primeiro lugar.

Ibis Maringá

Com áreas amplas de recepção e café da manhã, o Ibis Maringá tem um bar que funciona 24 horas ao dia – o que ajuda na distribuição de hóspedes para evitar aglomerações, e permite que seu happy hour aconteça em qualquer horário. Para quem gosta de caminhar, é uma ótima opção: apenas cinco minutos a pé te separam do hotel e do Parque do Ingá, que já mencionamos logo ali em cima.


Além disso, você também pode levar seu cachorro se quiser, porque ele é bem-vindo mediante o pagamento de uma pequena taxa. Para quem vai precisar carregar o home office, é bom saber que o hotel fica a apenas 20 minutos de carro do aeroporto e também oferece wi-fi a todos os hóspedes.

Ibis Budget Maringá

Se você quer economizar ainda mais na hospedagem, vai ficar feliz de saber que também é possível ficar no Ibis Budget Maringá, uma opção mais barata localizada a apenas 700m de distância do centro de Maringá.

Também vale lembrar que mais barato não significa que os protocolos de segurança foram esquecidos: o Ibis Budget Maringá é certificado pelo ALL SAFE, um protocolo de elevados padrões de limpeza que prioriza a segurança e o conforto de todos os hóspedes.

Ibis Styles Curitiba

Essa opção é para os que têm espírito aventureiro. Primeiro, porque o próprio hotel é uma atração turística: O Ibis Styles Curitiba tem uma decoração que homenageia parques e praças, e cada andar é diferente do outro.

Os ambientes amplos favorecem o distanciamento social e seus filhos podem se divertir a valer no espaço kids e até nos sofá-camas que alguns quartos oferecem. E a cereja do bolo de sua viagem: como Curitiba fica a cerca de 400km de Maringá, você pode fazer uma viagem de carro pelas rodovias sulistas, passando pela famosa Parada do Pão de Queijo que tem lanches para toda a família.

Acesse agora o site ALL e descubra as melhores opções de hospedagem no sul do país.


Você curtiu? Compartilhe!

Por aí

Mais ideias de viagens

Encontre seu destino perfeito

Com o Radar de Viagens

Descubra