Le Magazine Accor Hotels

Sébastien Bazin transmite mensagem de esperança e solidariedade

12 de maio de 2020, hoje é um dia melhor.

A seguir Sébastien Bazin transmite uma mensagem a todos os funcionários, parceiros e proprietários do Grupo: apesar da crise, ALL Accor Live limitless está mantendo finanças sólidas e se preparando para a recuperação.

Hoje é um dia melhor

"Passaram 2 dias desde o início do relaxamento do bloqueio na França. Não consigo dizer o quanto estou aliviado. Sei que estamos atrasados ​​ao acompanhar muitos de vocês na Ásia e certamente na Europa Central. Mas também sinto que estamos na frente de muitos de vocês quando se trata da América do Norte e de nosso amigo, nosso querido amigo vizinho, no Reino Unido.

Tenho refletido sobre quantas coisas fizemos nos últimos 60 dias de confinamento. E eu sou muito grato pelas equipes, por cada um de vocês me assistindo, sejam colegas da Accor, sejam proprietários, sejam franqueados. Trabalhamos e mostramos liderança em protocolos sanitários em muitos países, os quais estão sendo adotados por muitos governos.

Temos repensado, reajustado medidas e regras de comportamento para nós e para nossos futuros clientes, nos locais: hotéis e restaurantes. Também gastamos centenas de horas tentando medir esse risco adicional a ser assumido por muitas autoridades do planeta, aceitando reabrir suas fronteiras.

Basicamente, precisamos que clientes internacionais viajem e sejam nossos futuros hóspedes. E, ao mesmo tempo, no ALL Heartist Fund que lançamos há apenas 20 dias, estou exatamente entre estar triste e aliviado e / ou feliz, e vou lhes dizer porquê.

Em 12 dias, tínhamos 10.000 candidatos vindos majoritariamente – é estranho - da América do Norte e da Ásia-Pacífico. Cinco mil deles foram aprovados, dois mil foram negados por várias razões legítimas. E o restante, vamos conseguir aprovar e, com sorte, adota-los. De fato acho que teremos muito mais que 10.000. É por isso que estou realmente entre triste e feliz. Estou triste porque gostaria que muitos de vocês não tivessem essa necessidade. E estou feliz porque fizemos algo imensamente útil e aguardado há muito tempo.

Agora quero enviar uma mensagem para vocês. Eu falei que estamos no mundo do desconhecido. O que significa que há muitas coisas que não sabemos. O que significa que todos os dias, você ou as pessoas próximas a você, familiares ou amigos estão procurando respostas. E estou lhe dizendo, como pessoa, que é improvável que essas respostas cheguem tão cedo. E provavelmente nunca será respondido, porque simplesmente não sabemos. E quero que aceitemos que elas não virão. Mas podemos procurar as respostas por nós mesmos. E provavelmente desenhar e definir essas respostas. Mas, ao definir essas respostas, estamos passando por um processo (o qual eu venho passando nos últimos dias) que é reavaliar o que realmente importa para mim ou o que realmente importa, a propósito, para a Accor.

E, avaliando sua forma de pensar, você se projeta no que é bom para você, no que é bom para as pessoas ao seu redor, no que é bom para o planeta. Eu vou mudar meu comportamento?

Quão diferente estou depois desses 60 dias de confinamento?

Vou gastar meu tempo, meu dinheiro, de uma maneira diferente?

Isso significa que precisamos redefinir os serviços que prestamos aos nossos hóspedes? (Muito provavelmente.)

Isso significa que.... Mudando sua mentalidade você estará procurando mais significado, mais autenticidade e propósitos mais direcionados.

O que também significa que você pode evitar qualquer coisa que seja genérica, que não seja diferenciada, que seja um produto parecido.

Quando você refletir novamente sobre isso, quero que você, comigo, me ajude a pensar sobre isso e me ajude a encontrar as respostas certas, individualmente, e depois as reuniremos e coletivamente decidiremos sobre isso.

Outra coisa que quero compartilhar com vocês, porque eu sinto, vejo, leio e estou esperando por isso, é que o mundo está cheio de oportunidades.

E sabe de uma coisa? Essas oportunidades nunca desapareceram nos últimos 60 dias. Elas ainda estão lá, exceto que elas estão do lado de fora da sua porta. E vocês foram impedidos, vocês e eu, por causa do confinamento, a abrir a porta e sair. Mas elas estão esperando por nós, se aceitarmos e olharmos para elas.

Portanto, onde estamos agora: não procurem as respostas, elas não virão.<o:p></o:p>

Invente uma resposta e é provável que você esteja certo.

Arrisque-se abraçando o futuro.

Um comentário a parte para vocês, estive pensando nos dois últimos dias, não estou mais sozinho aqui.

Nós que éramos 4, 5 ou 6 nos últimos 55 dias, de repente somos como 20, 30, 100 pessoas voltando aqui.

E estou tão feliz que eles voltaram.

No entanto, vamos notar uma coisa: trabalhar de casa tem sido muito eficiente. E é provável que o trabalho da matriz volte, mas não totalmente. Porque existe outra categoria, na qual eu nunca pensei antes, que está funcionando de qualquer lugar, em locais diferentes.

Que eu aceito e provavelmente vou nutri-lo.

Então é aqui onde estamos. Volto em algumas semanas.

Vou lhes dar algumas respostas e vocês me darão suas próprias respostas.

Mas olhe para fora com um novo olhar.

O mundo é belo. Já era há 2 meses atrás. E ainda é hoje.

Afastem seus medos e embarquem comigo.<o:p></o:p>

 <o:p></o:p>

Amo vocês, tchau."


Assista o vídeo na íntegra em Message from Sébastien Bazin

Você curtiu? Compartilhe!

Por aí

Mais ideias de viagens

Encontre seu destino perfeito

Com o Radar de Viagens

Descubra